CASTANHA-DO-BRASIL CULTIVADA E O MEIO AMBIENTE

Ao lado do extrativismo tradicional de castanha-do-Brasil, há 40 anos, soma-se a atividade de cultivo das castanheiras (Bertholletia excelsa HBK), o qual contribui positivamente para o meio-ambiente ao propiciar a recuperação de áreas degradadas no bioma da Floresta Amazônica brasileira. Com esse cultivo, baseado em técnicas desenvolvidas pela Embrapa e testado em larga escala no Estado do Amazonas, é possível colaborar para tirar a espécie do risco de extinção, valorizar a floresta em pé e contribuir para o sequestro de carbono da atmosfera. Além disso, o cultivo de castanheiras pode ser estendido à desafiadora recuperação de áreas desmatadas por pequenos produtores que vivem na floresta, proporcionando-lhes a oportunidade de plantar, concomitantemente às suas roças, uma espécie florestal adequada e que perdura ao longo do tem po.

Compartilhe nas redes sociais

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *